Apresentação

Nise da Silveira, psiquiatra brasileira, foi pioneira no uso da arte como recurso terapêutico. Mulher forte e corajosa, defendeu e lutou por suas idéias no âmbito da psiquiatria institucional. Ela foi pioneira da "Terapia Ocupacional", introduzindo este método no Centro Psiquiátrico Pedro II e inspiradora do movimento antimanicomial.

Os pacientes psiquiátricos marginalizados puderam ser humanamente reconhecidos nessa abordagem de Nise e muitos se revelaram bons artistas e suas obras estão expostas no Museu de imagens do Inconsciente.

Nise é a pioneira do conhecimento junguiano no Brasil. Manteve correspondência com Jung sobre seu trabalho e em 1957 esteve em Zurich estudando com Jung e expondo o já acervo do Museu de Imagens do Inconsciente no II Congresso Internacional de Psiquiatria. Na volta ao Brasil, em 1958, ela criou o Grupo de Estudos C. G. Jung, o qual coordenou até morrer, em 1999.

A Associação Junguiana do Brasil presta sua homenagem e gratidão a esta mulher.